DOCES DIVAGAÇÕES

Pensamentos voam e, de repente, pousam aqui.

Não se preocupe. Nada vai dar certo

Antes de mais nada, realmente não se preocupe. O título do post refere-se ao filme Não se preocupe. Nada vai dar certo, brasileiro, do gênero comédia, dirigido por Hugo Carvana e lançado dia 05 de Agosto de 2011. Bem, precisei esperar mais de um ano para descobrir essa maravilhosa obra cinematográfica. Porém, como já diz o velho e bom ditado, antes tarde do que nunca.

Vamos à trama: Lalau, interpretado por Gregório Duvivier, se apresenta pelo interior do país com seu show de piadas, cujo tema principal é seu pai, Ramon Velasco (Tarcísio Meira), um ator que sempre se mete em trambiques. Um dia, ao se apresentar no Ceará, Lalau recebe uma proposta tentadora feita por Flora (Flávia Alessandra), jornalista que oferece US$ 100 mil para que ele finja ser um famoso guru indiano em um workshop motivacional no Rio de Janeiro. Seriam apenas duas semanas, atuando com a transcendência que lhe cabia durante as 24 horas do dia.

Lalau resolve aceitar a proposta e parte para o Rio de Janeiro, sem avisar o pai. Este, por sua vez, tremendamente furioso, resolve consolar as mágoas em um bordel. Após ver o filho na capa de um jornal, já como o guru, Ramon resolve também ir ao Rio de Janeiro, onde cria diversos personagens para garantir a sua parte no negócio oferecido ao filho.

A trama se desenvolve com um ritmo cativante. Bem, inegável o talento dos atores Tarcísio Meira e Hugo Carvana (que além de dirigir também atua no filme), juntamente com Ângela Vieira e Herson Capri. O humor se faz presente em praticamente todas as cenas, mas de forma tão leve e natural que os risos saem facilmente, sem qualquer força. Não se preocupe. Nada vai dar certo se destaca perante outros filmes produzidos no Brasil justamente por este humor ingênuo e sarcástico. Encanta-nos com humildade e graça, proporcionando ao espectador um show de interpretação, de carisma e de respeito ao público. Mostra que há excelência entre os atores brasileiros, porque o roteiro é bom. Porque a direção foi impecável, transmitindo continuidade em cena com primor.

Quanto ao ator Gregório Duvivier, nem imaginava que já o conhecia tanto. Atuou em diversos filmes, como O diário de Tati (que foi feito em 2008, mas exibido somente em 2012), A Mulher Invisível, Chico Xavier e Heleno. Bem, ele atuou em muitos outros, porém relacionei aqueles que vi e gostei de sua atuação. Além do cinema e do teatro, Duvivier também faz parte do grupo Porta dos Fundos, que disponibiliza vídeos com humor inteligente. São pesados, porém muito bem feitos – isso já é assunto para outro post.

O filme demonstra paisagens incríveis no litoral do Ceará e na cidade do Rio de Janeiro, com filmagens gravadas durante Março e Abril de 2010. Com composição de Edu Lobo e Paulo César Pinheiro, o filme foi indicado no Grande Prêmio Brasileiro de Cinema 2012, na categoria “Melhor Trilha Sonora”, porém não levou o prêmio.

Se você ainda não viu esse filme, por favor, corra à locadora mais próxima e embarque já nessa comédia incrível.

Anúncios

Comente agora mesmo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 28/11/12 por em Filmes e marcado , , , , , , .
%d blogueiros gostam disto: