DOCES DIVAGAÇÕES

Pensamentos voam e, de repente, pousam aqui.

Um ensaio sobre perfumes

O olfato é um dos nossos 5 sentidos. Sentir o cheiro de uma determinada fragrância pode relembrar fatos antigos, sejam eles bons ou ruins. A cada dia, a cada noite, sentimos diversos odores. Muitos deles podem passar totalmente despercebidos, mas estão lá. E o nosso cheiro? Como os perfumes podem nos afetar?

Givenchy - Ange ou DemonPesquisas científicas sugerem que enquanto a estética da fragrância é uma das principais razões para sua utilização, a presença de um odor agradável não é, por si só, suficiente para trazer mudanças positivas em qualquer domínio social, cognitivo, psicológico, fisiológico ou de desempenho humano. Há uma outra dimensão para o olfato na relação corpo-mente, responsável pela interação observada entre as fragrâncias e seus benefícios. Determinadas fragrâncias serão apropriadas em alguns contextos, mas não em outros. Evidências de alguns estudos permitem concluir que as fragrâncias podem influenciar o humor, a memória as emoções, a ansiedade, o estresse, o nível de excitação, na resolução de problemas, a escolha de parceiros(as) e até mesmo a comunicação involuntária pelo cheiro, sem qualquer conhecimento do usuário. Estes efeitos podem ser provocados tanto por odores percebidos de forma consciente quanto de forma subliminar.

E, falando tanto em fragrâncias, não posso deixar de falar da classificação pela concentração de uma fragrância, feita de acordo com a quantidade de óleos aromáticos diluídos em um solvente (mais comumente etanol e água):

a) Parfum (extrato de perfume): a forma mais concentrada, entre 20% e 40% de essência;
b) Eau de Parfum (EdP): varia de 12% a 18% de essência;
c) Eau de Toilette (EdT): varia de 8% a 14% de essência;
d) Eau de Cologne (EdC): varia de 03% a 07% de essência;
e) Splash Perfumes (EdS): cerca de 01% de essência.

Realmente, cada concentração acima possui uma utilização diferente. Não é adequado utilizar um Parfum ao sol, no calor de meio-dia, dentro do restaurante self service. Provavelmente alguns poderão enjoar e perder o apetite, inclusive você. Vale lembrar que cada pessoa possui um tipo próprio de pele, o que provoca uma fixação particular e, quiçá, percepções diferentes para o mesmo perfume em pessoas distintas. Assim, segue um pequeno guia de como utilizar as concentrações citadas:

a) Parfum: à noite, em festas e locais amplos, abertos e com boa ventilação, pois você precisa de uma forte fixação, que vá do início ao fim da festa;
b) Eau de Parfum: para fragrâncias suaves, para usar de manhã, pois ficará até o fim do dia, ideal para o trabalho. Já para fragrâncias mais fortes, recomendo utilizar em épocas de frio intenso, pois no calor o odor se torna enjoativo;
c) Eau de Toilette: para saídas rápidas, para uma volta no parque, para piqueniques e passeios no campo;
d) Eau de Cologne: para uso antes de deitar-se, estando a cama vazia ou não;
e) Splash Perfumes: para saída pós-banho, configurando uma sensação de frescor e higiene.

No fim das contas, uma dica que deve ser seguida: não saia de casa sem antes passar um perfume. Pode ser nacional ou importado, tanto faz, desde que você saia devidamente perfumado(a). Não farei apologia as centenas de marcas existentes no mercado, mesmo porque gosto é como nariz: cada um tem o seu. Deixarei para um post futuro, provavelmente.

Anúncios

4 comentários em “Um ensaio sobre perfumes

  1. Dee
    19/04/11

    Eu amo água de banho ^.^ Tenho um vidrinho lá na minha gavetinha no meu cachorrinho para emergências!

  2. Alyne
    20/04/11

    Adorei o texto, sempre confundo a diferença entre as classificações. Agora isso não ocorrerá mais. Adoro cheirinhos bons tb. E detesto os cheiros fortes demais. Parfum não me faz muito bem não. Dá dor de cabeça. rsrsrs

  3. Mark Kent
    20/04/11

    hahaha no seu cachorrinho? para emergências? como assim?

    • Dee
      21/04/11

      huahuahuahuahua no cachorrinho, aquele móvel de escritório q tem gavetas e fica debaixoda mesa ^.^ Eu conheço como cachorrinho XD
      E vai que vc precisar ir almoçar num lugar mais longe e tem q esturricar no sol quente e acontece uma reunião importante de última hora neh, é sempre bom dar uma calibrada no cheirinho **rs**

Comente agora mesmo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 19/04/11 por em Bem-Estar e marcado , , , , .
%d blogueiros gostam disto: